Produção Agroecológica vs. Produção Orgânica: Quais as diferenças?

Agricultura

27 OUT, 2020
  • As agriculturas de base ecológica surgiram em contraposição ao modelo de agricultura convencional, especialmente após a II Guerra Mundial, tentando estabelecer formas de agricultura menos agressivas ao meio ambiente, preocupadas com a proteção do meio ambiente e com capacidade de serem sustentáveis ao longo do tempo. Estas agriculturas alternativas (orgânica, biológica, natural, ecológica, biodinâmica, permacultura, entre outras), seguem determinadas filosofias, princípios, tecnologias e regras para a produção, segundo as correntes a que estão aderidas. 

 

Entrevistada:
Fernanda Hentz
Formações:
Zootecnista, Udesc
Mestrado em Zootecnia na área de Nutrição de Ruminantes, UFSM
Doutorado em Zootecnia na área de Nutrição de Ruminantes, UFSM
Pesquisadora da Epagri, Estação Experimental de Lages, cedida para a Alesc.

 

 

 

 

O que é Agroecologia e Agricultura orgânica?

 

A Agroecologia é um campo do conhecimento baseado na ecologia e possui seu enfoque científico central no conceito de transição agroecológica dos modelos de desenvolvimento rural e de agricultura convencionais para estilos de desenvolvimento rural e agriculturas sustentáveis, incorporando sempre a ideia de justiça social e proteção ambiental. Esta ciência não está associada a um tipo particular de agricultura. Fazendas convencionais, orgânicas, biodinâmicas, biológicas, por exemplo, podem adotar manejos agroecológicos na sua produção. Contudo, para um sistema de produção e seus produtos serem considerados agroecológicos, a corrente agroecológica sustenta a necessidade da busca do equilíbrio entre as seis dimensões da sustentabilidade (ambiental, econômica, social, cultural, política e ética).

Já a Agricultura Orgânica, é um conjunto de práticas produtivas que tem suas raízes na ciência do solo e parte do pressuposto básico de que a fertilidade é função direta da matéria orgânica contida no solo. O conceito central da produção orgânica está no estabelecimento do equilíbrio da natureza utilizando métodos naturais de adubação e de controle de pragas. Este sistema de produção proibe qualquer utilização de fertilizantes químicos, agrotóxicos (pesticidas, fungicidas e herbicidas), produtos reguladores de crescimento, organismos geneticamente modificados, bem como a utilização de radiação ionizante e de aditivos (conservantes, estabilizantes, corantes, etc) em qualquer fase do processo de produção, tanto na produção vegetal, como animal.

 

Os alimentos Orgânicos são Agroecológicos?

 

Não necessariamente. Embora as bases científicas da Agricultura Orgânica sejam dadas pela Agroecologia, dividindo princípios e práticas comuns, existem diferenças entre elas: produção certificada (somente os orgânicos possuem selos de certificação), uso de defensivos agrícolas e fertilizantes químicos (permitidos na Agroecologia em menor grau), e abordagem de sustentabilidade social (obrigatória na Agroecologia, pode ou não ser enfoque da Agricultura Orgânica). 

Na produção animal, somente algumas práticas são comuns entre a agricultura agroecológica e orgânica, incluindo utilização de sistemas de integração lavoura-pecuária e determinações para a escolha de raças de animais. Práticas de manejo geral, estabulação dos animais, métodos de prevenção para a sanidade animal, bem-estar, nutrição e práticas veterinárias curativas são diferentes. 

 

 Foto: MST/Divulgação

Mais informações: www.fabianodaluz.com.br
Contato: fabiano@fabianodaluz.com.br 

 

 


Mais notícias

Santa Catarina

SC CONTARÁ COM LEI DE PROTEÇÃO À POPULAÇÃO MIGRANTE

20 OUT, 2020

Segurança Pública

Fabiano da Luz visita o Corpo de Bombeiros em São José

16 OUT, 2020

Educação

DIA DOS PROFESSORES: Alvisio, ex-professor de Fabiano da Luz, resgata lembranças

14 OUT, 2020

Santa Catarina

Após o relatório da comissão presidida por Fabiano, entenda a votação desta quinta

14 OUT, 2020