Dia de prevenção à violência contra Idosos: uma marca de Fabiano da Luz no legislativo e também no executivo

Ouvir
Baixar

Santa Catarina

15 JUN, 2020

 

As estatísticas de violência contra idosos no Brasil vêm aumentando, seja pelo maior número de pessoas nesse segmento da população, seja pelo aumento das denúncias, que foram facilitadas com um canal próprio, o Disque 100. 

Para ajudar no combate a esse tipo de crime, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15 de junho. Neste ano, o tema ganha ainda mais relevância diante do aumento da violência doméstica durante a pandemia de covid-19. 

O deputado estadual e vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC), Fabiano da Luz (PT/SC) possui um trabalho legislativo pautado na prevenção e também no combate à violência contra os idosos. 

Prova disso é a Lei 17.915/2020, de sua autoria, sancionada pelo Governador do Estado no início do ano. A iniciativa permite que Agentes de Saúde orientem e acolham mulheres, crianças e idosos vítimas de violência doméstica. Fabiano da Luz, orientado por dados oriundos do Mapa da Violência, dialogo com representantes de diversos municípios catarinense, sobre os impactos da violência doméstica na desigualdade social.

“A cada quatro minutos, uma mulher é violentada fisicamente no país.  O DISQUE 100 aponta que, em média, são registrados pelo menos 100 casos de agressão ao idoso por dia, desde 2018 no Brasil. Com crianças e adolescentes, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) informa que, diariamente, são mais de 200 casos” refle Fabiano da Luz.

 

"UNIVERSIDADES DO IDOSO", UM TRABALHO QUE REFLETE O "LADO BOM DA POLÍTICA":

 


Há uma iniciativa de Fabiano da Luz, direcionada para os Idosos, desde os tempos em que ele foi prefeito do município de Pinhalzinho. Tornou-se uma marca de sua gestão no Executivo: as universidades do idoso. Você conhece esta ideia?

Em vários momentos, principalmente na tribuna da Assembleia, ou durante participações na Comissão Parlamentar de Turismo e Meio-Ambiente, Fabiano defende a ampliação da proposta para mais regiões catarinenses. 

Pela ampliação do Projeto:

Segundo o deputado, que difundiu a ideia no Oeste do estado, "através de uma parceria entre o poder público e universidades, é possível ofertar polos educativos, com lazer, cidadania e cultura para a terceira idade". O tripé educativo auxilia, também, na prevenção à violência. 

"Em Pinhalzinho, o Projeto Universidade para a Melhor Idade foi lançado em 2015 e teve ótima adesão do público. Rapidamente uma turma de quarenta alunos a partir dos 55 anos de idade foi formada. Tínhamos fila de espera para a abertura de novas turmas", avalia o deputado Fabiano da Luz.

Experiência de Pinhalzinho é um exemplo para SC:

Em Pinhalzinho, o curso contava com duração de um ano e meio. Durante esse período, os idosos participavam de atividades focadas em três grandes eixos: 1- Conhecimento e Cuidado; 2 - Revisão de Vida; 3 -  Da Reflexão à Ação. Além disso, o projeto oportunizava atividades físicas, culturais e a ampliação do conhecimento.

Foto: Eliéser Donhauser


Mais notícias

Saúde

SC REGISTRA PELA PRIMEIRA VEZ O SOROTIPO DENV4 DA DENGUE. CONHEÇA O PROJETO DE LEI DE FABIANO DA LUZ:

09 JUN, 2020

Saúde

REPRESENTANTES DA SAÚDE COM FABIANO DA LUZ: DEBATEM O "ABONO SALARIAL" PARA A CATEGORIA

04 JUN, 2020

Meio Ambiente

Semana do Meio-Ambiente: ações de Fabiano da Luz defendem a nossa ecologia

04 JUN, 2020

Santa Catarina

Mais transparência: Fabiano da Luz é autor da Lei sancionada hoje em SC

26 MAI, 2020